Perfil das Recomendações dos Pesquisadores Brasileiros às Políticas Públicas de Empreendedorismo

Cândido Borges, Estela Najberg, Vicente Rocha Soares Ferreira, Clara Santos Costa

Resumo


Para a formulação de políticas públicas de apoio ao empreendedorismo, os governos precisam de subsídios da comunidade acadêmica. Considerando este aspecto, este trabalho tem por objetivo apresentar e analisar as recomendações dos pesquisadores brasileiros que possam alimentar as políticas de empreendedorismo no Brasil. Para isso, foram identificadas as recomendações expressas nas conclusões dos artigos publicados nos anais das seis edições do Encontro de Estudos sobre Empreendedorismo e Gestão de Pequenas Empresas (EGEPE) até 2011. As recomendações identificadas foram agrupadas e analisadas seguindo seis diferentes dimensões das políticas de empreendedorismo: promoção da cultura do empreendedorismo, educação empreendedora, barreiras de entrada e saída, suporte aos empreendedores, financiamento e apoio à grupos específicos, como as mulheres empreendedoras.

Palavras-chave


Políticas Públicas de Empreendedorismo, Pesquisa e Publicação em Empreendedorismo, EGEPE

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.21118/apgs.v5i1.89

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 

Administração Pública e Gestão Social e-ISSN: 2175-5787

Editora: Universidade Federal de Viçosa

Google Scholar: Índice h5 6

Licença Creative Commons
Esta obra foi licenciada sob uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Não Adaptada.

 

 

QUALIS/CAPES

B1 - ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA E DE EMPRESAS, CIÊNCIAS CONTÁBEIS E TURISMO

B2 - CIÊNCIA POLÍTICA E RELAÇÕES INTERNACIONAIS

B2 - DIREITO

B2 - INTERDISCIPLINAR

B2 - PSICOLOGIA

B2 - SERVIÇO SOCIAL

B3 - ECONOMIA

B3 - CIÊNCIAS AMBIENTAIS

B3 - PLANEJAMENTO URBANO E REGIONAL / DEMOGRAFIA